"E eis que se levantou entre os paraneus um homem de nome Álvaro, filho de bárbaros. Primeiro, afirmou ele ver o dia de amanhã. Depois, clamou ele ser o Nazareno retornado. Dizia: ‘Chamem-me Inri, como inscrito sobre o madeiro. Assim quer o Pai Celestial’. Pregava para uma legião de discípulas, que cantavam hinos emprestados aos cananeus. Não se negava a orar entre palhaços e dançarinas, pois não temia o opróbrio. Certo dia, resolveu deixar as terras da Grande Boca dos paraneus, e partiu com jumentos e outras bestas de carga rumo à cidade de Roriz, flor dura do planalto. Ao fim de quarenta dias e quarenta noites, anunciou na chegada: ‘Esta é a Nova Jerusalém’. Os príncipes que lá viviam não deram ouvidos, e se limitaram a sussurrar: ‘Não há sequer uma feia entre as discípulas consagradas’."

"E eis que se levantou entre os paraneus um homem de nome Álvaro, filho de bárbaros. Primeiro, afirmou ele ver o dia de amanhã. Depois, clamou ele ser o Nazareno retornado. Dizia: ‘Chamem-me Inri, como inscrito sobre o madeiro. Assim quer o Pai Celestial’. Pregava para uma legião de discípulas, que cantavam hinos emprestados aos cananeus. Não se negava a orar entre palhaços e dançarinas, pois não temia o opróbrio. Certo dia, resolveu deixar as terras da Grande Boca dos paraneus, e partiu com jumentos e outras bestas de carga rumo à cidade de Roriz, flor dura do planalto. Ao fim de quarenta dias e quarenta noites, anunciou na chegada: ‘Esta é a Nova Jerusalém’. Os príncipes que lá viviam não deram ouvidos, e se limitaram a sussurrar: ‘Não há sequer uma feia entre as discípulas consagradas’."

  1. bibliadascelebridades publicou esta postagem